(Tempo de leitura: 2 minutos)

Os influenciadores digitais se tornaram uma verdadeira febre, especialmente entre os jovens e as empresas podem lucrar com isso. Os influenciadores não são chamados assim por acaso. Eles possuem credibilidade com o público e, normalmente, quando indicam um produto as pessoas aceitam aquele item como algo útil e que podem comprar de olhos fechados.

As empresas podem encontrar nos influenciadores digitais uma nova forma de fazer bons negócios na internet. Para isso, os dois lados podem firmar excelentes parcerias que costumam ser bem úteis para ambos.

Vamos entender agora um pouco mais sobre esse universo e se vale a pena para a empresa contratar influenciadores digitais. Confira!

O que é um influenciador digital?

Esse é um termo já bastante popular, mas, apesar disso, muita gente ainda não sabe ao certo o que é um influenciador digital.

Os influenciadores conseguem influenciar a opinião de diversas pessoas sobre temas variados e também na compra de produtos e contratação de serviços. Eles estão presentes nos mais diversos canais de comunicação da internet e possuem uma grande quantidade de seguidores nas redes sociais, alguns chegando a milhões de pessoas.

Foi-se o tempo em apenas os famosos brilhavam na internet ou em outros canais. Hoje em dia, existe uma grande quantidade de influenciadores que nunca estiveram na tela da TV e fazem um enorme sucesso. Os primeiros surgiram por meio dos blogs de moda e maquiagem como a Camila Coutinho e a Camila Coelho. Atualmente, elas fazem parcerias com diversas empresas do ramo e ajudam as marcas a venderem mais.

Vale a pena fazer parcerias com influenciadores?

Em diversas situações, contratar um influenciador digital pode ser bastante útil, especialmente se você está lançando um novo produto ou serviço no mercado e precisa de credibilidade. Mas é preciso tomar cuidado com a escolha do influenciador, afinal de contas, ela pode ser decisiva na sua estratégia de marketing

Por exemplo, é preciso saber se os seguidores são reais, se não foram comprados, se aquele influenciador é realmente relevante para o seu nicho de negócio. Por exemplo, contratar um digital influencer (nome em inglês para influenciador digital) só porque ele tem muitos seguidores não é a melhor estratégia. Se ele não for do seu nicho, os seguidores dele não comprarão o seu produto ou serviço, pois não fazem parte da sua persona.

Muitas empresas estão apostando nos micro-influenciadores e hoje eles são a nova aposta do mercado como um todo. São influenciadores que possuem poucos seguidores, coisa de 10 mil, em média, mas que está em um nicho muito específico. 

Por exemplo, se você tem uma empresa de produtos cosméticos é melhor contratar um digital influencer que fale sobre cuidados com a pele do que fale de cuidados com a pele, mas que o foco seja maquiagem. Um público mais direcionado costuma oferecer melhores resultados.

Contratar um influenciador digital pode valer muito a pena para o seu negócio, especialmente, se você está dando os primeiros passos no mercado. É uma forma de a sua empresa ganhar credibilidade e assim, as pessoas se sentirão mais seguras em comprar o produto ou serviço. O mais importante é escolher bem qual será o rosto que vai representar o seu empreendimento nas mídias digitais.

E você, o que acha sobre o assunto? Acredita que a contratação de um influenciador digital por parte das empresas vale a pena? Deixe sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>