Tempo de leitura: 3 minutos

Para otimizar o ROI (retorno sobre investimento) de qualquer negócio, é preciso entender o que não está funcionando. Nessa hora, você também deve controlar os gastos para delimitar o valor aplicado. Por isso, uma planilha de controle financeiro é fundamenta para o crescimento da empresa.

Enquanto com o fluxo de caixa você tem uma visão das entradas e saídas de um período ou projeto específico, apontando o capital de giro da empresa com a planilha de controle financeiro se descobre a real condição financeira do seu negócio.

Saber quais ações foram lucrativas figura como elemento primordial de gerenciamento corporativo. Confira a seguir cinco tipos de planilhas e para que servem!

1. Planilha de gastos diários

Apesar de ser mais operacional, controlando as entradas e saídas no dia a dia, essa planilha é muito importante. Com ela você consegue descobrir pequenos gastos que podem influenciar no orçamento corporativo ao final do ciclo.

Assim, obtém-se insights para hábitos que promovam economia. Mesmo que essa seja uma dica para criar o ritmo do controle financeiro, é importante entender que não é possível fazer projeções com os dados desse documento.

2. Planilha de gastos mensais

Com as informações e relatórios produzidos nesse tipo de controle, você tem uma visão ampliada do cenário financeiro da sua empresa. Essa planilha é fundamental para planejar estratégias e investimentos.

Aqui você não só tem controle dos gastos, como também encontra reflexões e previsibilidades, reduzindo gastos desnecessários e mantendo o orçamento dentro do previsto.

3. Planilha de fluxo de caixa

Uma das maneiras de faturar mais sem investir muito, a planilha de fluxo de caixa oferece previsibilidade dos gastos. Dessa forma, você entende melhor o capital de giro da empresa e tem segurança nas tomadas de decisão, como para fazer empréstimos, por exemplo.

Aproveite as informações dessa análise para desenvolver outras ferramentas de gestão como a Estrutura Gerencial de Resultados.

4. Planilha de contas

Se por um lado, a planilha de fluxo de caixa permite uma previsibilidade de acordo com o desempenho da sua corporação, por outro, a de contas é muito importante por ser mais completa.

Nela você insere todas as contas (a pagar e a receber), entendendo de forma concreta como se encontra a situação financeira mesmo após os próximos gastos e recebimentos.

5. Planilha de DRE

O DRE (Demonstrativo de Resultado do Exercício) é uma planilha para uma análise muito mais detalhada com relação aos resultados financeiros do seu negócio. Além de ajudar no balanço patrimonial da empresa, o DRE oferece outras vantagens como:

  • indicar possíveis falhas administrativas financeiras a tempo de corrigi-las;

  • apresentar o desempenho e situação econômica da empresa;

  • mensurar a gestão administrativa e verificar os lucros obtidos;

  • tomar decisões de forma mais segura e acertada.

Como vimos, uma planilha de controle financeiro ajuda você a investir com maior segurança, bem como a fazer projeções futuras da performance e situação econômica. Para ter uma visão mais completa e, em algumas situações, detalhada do seu negócio, pode ser preciso alimentar mais de uma dessas planilhas. Aproveite essa ferramenta para cruzar dados, prever situações financeiras, identificar lucros e tributos etc.

Se você gostou deste texto e percebeu como a gestão administrativa está ligada ao planejamento estratégico e de marketing da sua companhia, siga a gente no Facebook, Instagram e LinkedIn. Assim, você acompanhará os melhores conteúdos para levar sua empresa aonde ela nunca esteve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>