(Tempo de leitura: 4 minutos)

A educação é um dos setores que mais sofre mudanças com a popularização e a modernização da tecnologia. Isso porque os modelos de aulas expositivas e presenciais passaram a conviver com diferentes dispositivos, entre tablets e smartphones, e recursos como aplicativos e canais diversos. 

Diante de todos esses avanços, é nítido o quanto a oferta de cursos a distância, o famoso EaD, também cresceu em popularidade. Muito mais do que oferecer cursos de formação, as opções também focam em objetivos diversos e práticos, mais voltados para atualização profissional e/ou lazer, com opções que vão desde artesanato até programação. Em tempos de quarentena, aliás, instituições de ensino variadas recorreram à praticidade da tecnologia e de suas diversas plataformas para complementar a rotina dos estudantes em casa e estimular a continuidade dos estudos, sem maiores prejuízos à sua formação. Além disso, com mais gente em casa, a equação “oferta x procura” também aumentou consideravelmente, o que impulsionou maior competitividade entre as empresas do ramo. 

Tendo isso em mente, é preciso considerar algumas ferramentas úteis do marketing digital para alavancar o sucesso da popularidade de cursos ofertados. Entre elas, destacamos: 

Veja mais dicas preciosas para vender bem na internet

Aposte no diferencial do seu curso

Existe uma oferta enorme de cursos on-line, gratuitos e pagos. Para se destacar em frente a uma concorrência que não pára de crescer, é preciso apostar em ideias mais aprofundadas e disruptivas, e destacar tudo isso como ponto forte na hora de angariar novos clientes. O seu curso de artesanato foca em qual tipo de material e o que ele traz de novo para o seu estudante? Qual é o objetivo do seu curso de culinária: empoderar pessoas para empreendedorismo ou estimular uma atividade mais acolhedora em casa com a família? Ter em mente o nicho e os objetivos centrais por trás de cada projeto guiam melhor o plano de marketing, da produção de conteúdo em canais internos até a divulgação em redes sociais. 

Esteja atento ao que os estudantes buscam

Faça uma busca na internet por tendências. O famoso SEO aponta palavras-chave, expressões e tags que caíram no gosto do público dentro da esfera digital. Tal pesquisa ajuda a estruturar o planejamento do curso em questão, trazendo novos insights e estimulando tanto a criatividade de quem produz como a de quem consome esse conteúdo. Essa pesquisa também auxilia na hora de estimular gatilhos mentais e convertê-los em um lead eficiente, já que ele foca primordialmente em centralizar as necessidades recentes dos consumidores. 

Leia mais sobre como ter um bom lead e conquistar clientes com uma newsletter

Escolha as plataformas adequadas

O seu curso combina mais com vídeo, podcast, e-books, infográficos…? Quais recursos podem ser utilizados para trazer uma experiência mais completa e eficiente de aprendizado? Quais formatos são gratuitos e quais são pagos? Quais softwares podem te ajudar e em quais plataformas esse conteúdo será publicado para atingir seu público-alvo? Essa é uma parte essencial do planejamento, pois as plataformas e formatos escolhidos devem casar perfeitamente com o conteúdo que se quer vender. 

Não esqueça que qualidade é melhor que quantidade

De nada adianta focar em uma produção massiva para atingir mais pessoas se a entrega do resultado deixa a desejar. Mais vale estruturar um bom curso, com uma carga mais completa de conteúdo e curva de aprendizagem, do que oferecer um bombardeamento de informações que acabam confundindo seu potencial cliente. Além disso, é prudente que se crie uma rede de estudantes que caminhem lado a lado com você, ao invés de aprendizes ocasionais. Aprender é um ato complexo e lindo, e apoiar quem escolhe entrar nessa jornada ao seu lado, amparando, tirando dúvidas e encorajando, é essencial. Mantenha-os com você. Mostre-se presente. Mais vale um público enxuto e fiel do que uma massa que esquece facilmente do que você quis mostrar. 

Nichar é preciso

Dentro desse vasto universo que é a internet, existe público para todos os setores possíveis. Apesar disso, o que define o sucesso de um marketing educacional é, assim como em muitos outros casos, o seu nicho. Converse com o seu público e defina um assunto principal, que pode desencadear subtemas relacionados, mas não saia atirando para todos os lados, aqui, ter foco é o ponto-chave para fazer com que um grupo queira continuar aprendendo com você. E não se esqueça de se modernizar e trazer novos conteúdos relacionados para o seu público fidelizado sempre que necessário. Antecipe-se e mostre que sua empresa é um bom guia para continuar atualizando e empoderando quem segue essa jornada. 

Saiba porque sua empresa precisa ter um site responsivo

Quer ter mais dicas sobre como montar um bom plano de marketing educacional e se destacar no mercado? Então, vem para o time da Lamarca. Entre em contato com a gente pelo WhatsApp (+55 (11) 98436-1114)!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>