Tempo de leitura: 3 minutos

O fluxo de caixa é a ferramenta que permite controlar o capital da empresa diariamente. Consiste no lançamento de todos os pagamentos e receitas que foram obtidos e previstos em um sistema de gestão ou planilha.

Em outras palavras, é uma forma de ter uma visão do presente e do futuro financeiro da empresa, através do controle de tudo que entrou ou saiu no caixa. Garantindo a saúde do seu negócio.

Se você ainda não utiliza, neste post, descobrirá por que é essencial manter e receberá 5 dicas de como fazer fluxo de caixa em seu negócio!

Por que fazer o fluxo de caixa?

Ele é indispensável para controlar o capital de giro da empresa, ou seja, o recurso que estará disponível para pagar as contas, e saber se é possível usar uma parte para investir ou aplicar.

Se você vende muito, mas de forma parcelada, por exemplo, precisa prever que a maior parte do valor no mês corrente não representa capital. Então, somente assim conseguirá prever se na virada da competência será possível arcar com os impostos, salários etc.

5 dicas práticas para fazer o fluxo de caixa

1. Criar o hábito

Os operadores do caixa, ou qualquer outra pessoa que possa movimentá-lo, precisam ter o hábito de registrar. Caso você não queira dar o acesso a todos ao documento completo, providencie um caderno ou uma planilha paliativa. Assim, não corre o risco de esquecerem algum recebimento ou pagamento.

Lembre-se, todo e qualquer valor que entrar ou sair precisa ser lançado.

2. Conferir diariamente

É imprescindível conferir os lançamentos diariamente. Essa é a forma de checar se todos estão seguindo o procedimento de registrar 100% das movimentações e evitar surpresas.

3. Levantar todas as despesas

No documento oficial, tenha o registro das despesas previstas e eventuais. Com todas anotadas, é possível ter uma visão de futuro mais próxima da realidade, inclusive dos valores a receber, como duplicatas ou pagamentos parcelados.

4. Respeitar as datas

Ser fiel ao lançamento de cada valor é essencial para o fluxo fidedigno com a realidade, ou seja, de nada adiantará o esforço se você não conseguir entender se possui ou não dinheiro no caixa. Isso significa que caso um pagamento seja realizado no dia 20, deve-se subtrair o valor no dia 20. O mesmo vale para receitas.

5. Gerenciar o estoque

Sim! Ele também faz parte do seu capital, certo? Ao gerir os recursos, é necessário fazer um paralelo do que entrou e saiu do estoque. Essa é uma forma de checar se os lançamentos estão corretos e garantir que não haverá possíveis furos, como contar que terá tal produto até o fim do mês e ele não durar nem a metade.

Afinal, como fazer fluxo de caixa?

É preciso usar uma ferramenta que possibilite uma visualização simplificada do saldo e da previsão. Ela deve, ainda, ser capaz de ajudar a fazer as contas, como soma e subtração. Empresas menores costumam usar planilhas que são muito úteis para essa finalidade e oferecem custo praticamente zero, com muitas funcionalidades que contribuem para a boa gestão do negócio.

No entanto, é aconselhável o uso de ferramentas online. Isso permitirá um controle real e automatizado, minimizando e até anulando a probabilidade de erros de lançamento e análise. Sistemas de gestão diminuem o tempo que você gastaria lançando manualmente cada custo, além disso, podem ser integradas a outras áreas, como caixa e controle de estoque.

Logo, concluímos a necessidade de se estabelecer um controle financeiro. Ao ver as dicas de como fazer fluxo de caixa, percebemos o quanto é um processo simples, mas que deve ser feito com bastante atenção, de preferência, acompanhado pela gerência e diretoria do seu negócio.

Gostou do post? Quer aprender mais formas de melhorar gestão da sua empresa? Então, não deixe de assinar nossa newsletter e receber em seu e-mail conteúdo sempre atualizado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>